Alberto Simon

 
 Foto: Denise Andrade

Foto: Denise Andrade

 
 

Alberto Simon nasceu em 1961 em São Paulo. De 1980 até 1984 vive em Nova York, e a partir de 1985 em Berlim. De 1985 a 1990 estudou artes plásticas na Universität de Künste. Desde 2008 vive também em São Paulo. Trabalha desde 1993 também com a fotografia, tendo realizado vários projetos documentários (Moradias de beduínos nos desertos Neguev e Sinai,1993-94; Along the Love Highway, o motel brasileiro, 1996; Domingão:Plane Spotters em São Paulo, 1997; Tamanho M, 2005-06, entre outros). Em1999 realizou o filme documentário “Our Lady on the Rocks” em Butte- Montana, EUA.

A partir 1998 emprega o computador como sua principal ferramenta, com o fim de criar imagens que integram ficção e fatos como uma forma expandida de documentário ( DH 106 Comet, 1998; Arte e Cocaina, 1950-2000: uma sondagem - curadoria de Alberto Simon; Salvatore Pippa’s Screens & Sticks,2003-2004; áudio slide show LEGENDADO*, 2004 ).

Tem exibido seu trabalho em mostras individuais e coletivas e publicado ensaios em revistas como Kunstforum International, Daidalos e DIF, assim como no canalcontemporaneo.

Em 2012 foi curador da exposição “Betão à vista” no MuBE, Museu Brasileiro da Escultura em São Paulo, e em 2014 curou a exposição “Autoria, curadoria, reforma e contre-reforma” no Estúdio Alvaro Razuk, São Paulo.

Foi recipente de bolsas do Senatsverwaltung für Wissenschaft, Forschung und Kultur, Berlin, Kunstfonds Bonn e Kulturstiftung der Neuen Budesländern. Em 2009 e 2010 recebeu prêmio na categoria São Paulo do Prêmio Porto Seguro de Fotografia.

 
 Plásticos #15 - Foto Reprodução

Plásticos #15 - Foto Reprodução