Gabriella Garcia

 

Todo ano (desde 2014) o Pivô seleciona a cerca de 25 artistas para participar de uma residência no seu espaço no centro de São Paulo. O programa foca no acompanhamento de projetos de artistas em um ambiente de experimentação, ao mesmo tempo apoiando uma cena artística emergente em São Paulo. A produção não é um requisito, porem os processos de pesquisa em andamento são frequentemente apresentados ao publico durante os dias de Ateliês Abertos, nas plataformas digitais do Pivô e, ocasionalmente, o residente apresenta um projeto específico a ser desenvolvido no local. 

Esse ano, Gabriella Garcia foi convocada para participar da residência. Autodidata, a artista começou a se interessar por criação quando percebeu o potencial de (re)criar seus próprios significados com imagens já existentes. Hoje, seu  trabalho transita entre meios que incluem escultura, colagem, som e instalação. 

No dia 13 de Junho de 2018, o Pivô realizou a segunda Conversa Pública do projeto Consultas curatoriais. Três curadores foram convidados para acompanhar o grupo de artistas participando da residência. Garcia dialogou ao lado de Engel Leonardo, Giullia Puntel, Manoela Medeiros e Martin Lanezan, que estão sendo acompanhados pelo curador Leonardo Araujo Beserra. 

 
Isabella Pinheiro